Anemia é uma doença muito comum na infância. 😱😧Todas mamães se preocupam em fazer exames e enriquecer a alimentação dos pequenos com medo da anemia. Mas afinal o que é e como preveni-la?

No nosso sangue temos os glóbulos vermelhos, onde está a hemoglobina, responsável pelo transporte de oxigênio para as células. A anemia acontece quando, por algum motivo, há redução nos níveis de hemoglobina. Esta redução pode acontecer por diversos fatores, incluindo doenças genéticas (como doença falciforme ou talassemia) e carências alimentares (deficiência de ferro ou de ácido fólico por exemplo). A causa mais comum de anemia na infância é a deficiência de ferro.
A anemia por deficiência ferro é muito comum na infância por dois motivos:
1- Nos primeiros 2 anos de vida a criança cresce muito rápido. Durante o crescimento o organismo utiliza os estoques de minerais incluindo o ferro. Com o ritmo de crescimento acelerado os estoques de ferro do organismo podem não ser suficientes para que não ocorra anemia.
2- Alem disso, é muito comum que na dieta da criança não haja aporte suficiente de ferro. Nos primeiros dois anos de vida, com a transição da alimentação láctea para a alimentação sólida, podem ocorrer erros na alimentação, não suprindo as necessidades básicas de ferro na alimentação. Nas crianças mais velhas, alimentação rica em industrializados e besteiras também pode não dar o aporte necessário de ferro ao organismo da criança
A anemia apresenta sintomas muito inespecíficos, nem sempre presentes na criança, tais como: cansaço rápido nas atividades diárias, desânimo para brincar, palidez, sono excessivo, dificuldade na escola, falta de apetite, queda de cabelo, unhas quebradiças, entre outros. O pediatra irá solicitar um exame chamado hemograma para definir se a criança tem anemia e qual tipo de anemia ela tem.
Uma vez diagnosticado anemia, se faz necessário o tratamento com medicamentos a base de ferro.

Mas antes de a criança ficar anêmica, podemos tomar medidas preventivas, que reduzem muito a chance de aparecer anemia por falta de ferro:
👉 O aleitamento materno exclusivo até os 6 meses de vida supre todas as necessidades de ferro que o bebê tem nesta idade. O leite da mamãe é rico em ferro e a biodisponibilidade do ferro no leite materno é muito boa, ou seja, o bebê consegue utilizar o ferro do leite com muita facilidade. Isso não acontece com leite de vaca e mesmo em fórmulas infantis: mesmo quando estes são enriquecidos com ferro, a biodisponibilidade é inferior ao leite materno, ou seja, nem todo o ferro presente no leite vai ser aproveitado pelo organismo da criança. Por esta e outras vantagens o leite materno é tudo que o seu filhote precisa até os 6 meses de idade
👉 Após os 6 meses começamos a introdução de outros alimentos. Nesta fase é importante prestarmos atenção na qualidade dos alimentos ofertados. Dai em diante, por toda infância, são muito importantes alguns cuidados com a alimentação:
1⃣ Ofertar alimentos ricos em ferro: carne vermelha, verduras verde escuras (brócolis, rúcula, espinafre, couve, escarola etc), leguminosas (feijão, grão de bico, lentilha por exemplo), cereais integrais (aveia, quinoa). Os diversos alimentos poderão entrar na rotina da criança de acordo com o idade e a orientação do seu pediatra
2⃣ A vitamina C ajuda o organismo a absorver o ferro da alimentação. Oferte alimentos ricos desta vitamina: laranja, acerola, kiwi, limão, morango, mamão, pimentão, brócolis
3⃣ Por outro lado, o cálcio pode atrapalhar a absorção do ferro dos alimentos: leites e laticínios não devem ser dados próximos das refeições. Deixe estes alimentos para os horários destinados aos “lanchinhos” do dia ou café da manhã
4⃣ Alimentos industrializados, embutidos, refrigerantes, biscoitos, e as “besteiras” em geral não suprem a necessidade diária de ferro. Alimentação rica nestes produtos e pobre nos alimentos ricos em ferro é um grande passo para desenvolver anemia

Desta forma, durante toda a infância é muito importante o cuidado com a alimentação para a prevenção da anemia. Com o crescimento o organismo da criança necessita de ferro e devemos suprir esta necessidade através da alimentação.
Nos primeiros 2 anos de vida, mesmo com a alimentação adequada, pode ser indicado o uso preventivo de medicamentos a base de ferro, para complementar a oferta da alimentação. Converse com seu pediatra, ele vai te dizer se este é o caso do seu filho.😉
Como muitas doenças, a anemia por deficiência de ferro pode ser prevenida através da alimentação saudável. 🍓🍋🍒🍅 Ensine seu filho desde pequeno a comer alimentos frescos e saudáveis. E não esqueça: o exemplo começa em casa!👪👶❤️