Assim que a mamãe pega seu bebê recém-nascido no colo pela primeira vez, chega a primeira ansiedade: será que vou conseguir amamentar? Muitas dúvidas passam pela cabeça: meu leite sustenta meu filho? Tenho leite suficiente? 😮😮😮Calma! Todas essas dúvidas sobre amamentação são normais e é natural que a nova mãe se sinta insegura.

Com tanta coisa nova acontecendo é natural que a mamãe pense que seu leite não esteja adequado para seu bebê. Porém, assim que a criança nasce o corpo da mulher apresenta uma série de alterações hormonais que o adapta à produção de leite para seu filho. A sucção do seio materno pelo bebê é o maior estímulo que o corpo da mulher precisa para esta produção.

No início isso pode ser difícil, afinal mamãe e bebê estão se adaptando um ao outro. Neste momento o mais importante é manter a calma! Pense em todos os benefícios que a amamentação pode trazer para seu filho.

O leite materno é produzido pela mamãe especificamente para seu filho: é a forma mais nutritiva e saudável que a criança tem para crescer nos primeiros meses de vida. O leite materno tem todos os nutrientes que o bebê precisa e traz muitos benefícios para o desenvolvimento da criança.

Vejamos alguns dos benefícios para o bebê 👶👶:

✅ O leite materno é produzido pela mãe de forma específica e equilibrada para seu bebê. Seus nutrientes são suficentes para que o bebê cresça e ganhe peso de forma adequada

✅ A amamentação aumenta a interação da mãe com o bebê, tranquilizando-o e acalmando-o

✅ Através do leite materno a criança recebe anticorpos da mãe, o que o protege de infecções, principalmente diarréias e doenças respiratórias

✅ As crianças amamentadas quando adoecem tem menor chance de apresentar quadros graves que necessitem de internação

✅ A longo prazo as crianças que não são amamentadas tem maior chance de desenvolver doenças de fundo imunológico como asma, atopia, doença celíaca, diabetes tipo 1, entre outras

✅ Alguns estudos mostram que em logo prazo, as crianças amamentadas apresentam desenvolvimento cognitivo superior ao das crianças não amamentadas. Essa diferença é ainda mais evidente nas crianças que nascem com baixo peso

✅ Obesidade e sobrepeso na idade escolar e adolescencia são menos frequentes em crianças que foram amamentadas

✅ A sucção ao seio permite o crescimento e desenvolvimento orofacial adequados, contribuindo para a evolução normal da dentição, mastigação e fala

Para a mãe também há vantagens 👩👩:

📌 A mulher que amamenta no pós parto tem menor chance de hemorragias e outras complicações do parto

📌 Amamentação reduz o risco da mulher apresentar câncer de mama ou ovário ao longo da vida

📌 O leite materno já está pronto para o consumo: a mamãe não precisa gastar seu tempo preparando mamadeiras e aproveita melhor os intervalos para descanso. Além disso, não tem custos, não precisa de embalagens, gasto com água, energia elétrica e etc

Baseado nisso, a Organização Mundial de Saúde e a Sociedade Brasileira de Pediatria recomendam o aleitamento materno exclusivo até os 6 meses de vida. Após essa idade, outros alimentos serão introduzidos e o leite materno poderá ser mantido até os 2 anos de idade.

Com tantas vantagens seu filhote crescerá mais saudável e feliz! 👦👧💖

Leia mais em:  http://www.who.int/maternal_child_adolescent/topics/child/nutrition/breastfeeding/en/