Já conversamos em outro post sobre a importância do exame oftalmológico no bebê para a detecção precoce de doenças que podem causar cegueira e como este exame pode nos ajudar a reduzir o impacto destas doenças na visão do bebê. No entanto, devemos ficar atentos pois com o passar do tempo o comportamento do bebê pode nos alertar para possíveis problemas na visão.

O teste do reflexo vermelho deve ser realizado pelo pediatra nas primeiras 72 horas de vida do bebê e em alguns casos o bebê poderá necessitar de avaliação de um oftalmologista ainda no primeiro mês de vida.  Veja aqui quando isso é necessário. No entanto, mesmo quando o teste do reflexo vermelho está normal, ao longo do desenvolvimento do bebê podemos observar algumas anormalidades que podem nos alertar para algum problema visual na criança. Essas anormalidades se baseiam no comportamento do bebê e no que é esperado para cada idade:

📌  Até um mês de vida: o bebê gira a cabeça em direção à luz. Começa a ter algum contato visual e seguir objetos por volta de 6-8 semanas de vida

📌 Entre 2 e 3 meses: o bebê já apresenta um contato visual mais intenso, mostrando interesse pela face humana e por móbiles e objetos mostrados a ele

📌  Entre 3 e 6 meses: o comportamento do bebê desta idade é de descobrir as próprias mãos e começar a observar e pegar os objetos

📌 Por volta de 7-10 meses a criança começa a ter melhor percepção de objetos pequenos. Nesta fase também o bebê começa a realizar o movimento de “pinça” para pegar os objetos após tocá-los

📌 Perto de 1 ano de idade a criança já começa a brincar de esconder e tem melhor reconhecimento de pessoas e objetos

Dentro desta perspectiva, quando o comportamento do bebê demonstrar alguma anormalidade, o bebê deverá ser acompanhado de perto pelo pediatra e deve ser submetido a uma avaliação do oftalmologista. O exame oftalmológico nos ajudará a diferenciar patologias oculares de doenças neurológicas que possam prejudicar o desenvolvimento normal do bebê.

Fique esperto e tire suas dúvidas com seu pediatra! 😉 😊