Passamos a gestação toda sonhando com a carinha do bebê… vai parecer com o papai ou com a mamãe? 👶Dentre toda expectativa e todos os preparativos para a chegada do bebê surgem muitas dúvidas… A maioria das mamães ficam muito ansiosas em como serão os primeiros dias do bebê, e não é por menos, afinal são dias de adaptação do bebê ao mundo fora do útero e da família à chegada do novo integrante!😰 Tentei enumerar aqui, então, as principais coisas que podem acontecer nesses primeiros dias:

📌 O bebê vai começar sua adaptação ao mundo fora do útero. Esta adaptação poderá ser lenta, dependendo da idade gestacional em que o bebê nascer. Quanto mais novinho (mais próximo de 37 semanas), mais preguiçoso ele pode ser à esta adaptação. Isso que dizer que nos primeiros dias o bebê poderá não entender ainda que tem que acordar para mamar e emendar horas e horas de sono sem mamar. Devemos então ficar atentos: nos primeiros dias de vida o bebê deve mamar pelo menos a cada 3 horas, para que tenha um ganho de peso adequado. É claro que se ele acordar para mamar antes dessas 3 horas ele poderá mamar! A amamentação é livre demanda, ou seja, quando e quanto o bebê quiser. No entanto, para os preguiçosinhos, temos que prestar atenção e caso ultrapasse 3 horas sem mamar, o bebê deverá ser despertado para se amamentado

📌 Outra coisa muito frequente nesta adaptação é inverter o dia com a noite. Para a loucura das mamães, os bebês podem achar que a hora de ficar mais tempo acordado é à noite e não durante o dia! Esta inversão é mais comum no primeiro mês de vida. Cabe aos pais tentar mostrar aos pequenos que o dia é dia e a noite é noite: durante o dia deixe janelas abertas, claridade nos cômodos, façam as atividades normais da casa durante o dia. Assim, aos poucos, o bebê vai percebendo que a hora de ficar mais tempo acordado é durante o dia

📌O aleitamento materno é sem dúvidas o melhor alimento para os primeiros dias do bebê. A amamentação, no entanto, nos primeiros dias pode ser trabalhosa e um tanto difícil. Lembre-se que é hora do bebê se adaptar, mas também é hora da mamãe se adaptar! E isso inclui a adaptação das mamas, da forma como o bebê suga, de compreender quando o bebê está com fome por exemplo.  Durante a adaptação das mamas podem ocorrer fissuras que dificultam a amamentação. Outras complicações na mama também podem acontecer. Leia aqui o que uma mastologista  nos disse sobre essas complicações na mama. Ela também nos orienta sobre os cuidados que devemos tomar com as mamas durante a gestação e após o parto para evitar essas complicações: leia aqui.

📌Pode acontecer de o bebê ser preguiçoso para mamar: muitas vezes o bebê ao ser colocado no peito da mamãe se sente tão aconchegado que acaba dormindo, ao invés de mamar! Se isso estiver acontecendo temos que redobrar os esforços para tentar deixá-lo desperto e estimulá-lo a mamar enquanto estiver no peito: tente acordá-lo!

📌 Não deixe o bebê fazer seu peito de chupeta! Hora de mamar é hora de mamar. Ficar no peito sem a sucção correta pode machucar o peito da mamãe e dificultar ainda mais a mamada. Verifique junto com seu pediatra se a “pega” do bebê está correta, ou seja, se na hora de sugar ele está abocanhando o bico e sugando corretamente

📌Os primeiros dias do bebê são difíceis! As mamães ainda tem que entender as necessidades de seus bebês, compreender como funciona seu intestino, tentar entender quando está chorando de fome… Esta fase não é fácil e você pode se sentir cansada e desanimada, mas não desista! Essa fase passa! Ufa!! Logo vocês estarão mais adaptados, a amamentação será mais fácil e natural e as coisas vão melhorando e entrando na rotina da família

Como todos costumam falar: quando nasce uma criança nascem também uma mamãe e um papai!  Os primeiros dias do bebê são bem difíceis, mas logo logo as coisas se ajeitam! Não deixe de curtir cada fase do seu bebê! 💕💕